Instituto TIM   English

 

VAMOS LÁ, VAMOS FAZER?

Academic Working Capital é um programa de educação empreendedora que apoia estudantes que querem transformar seus Trabalhos de Conclusão de Curso em uma empresa de base tecnológica.

Os participantes participam de workshops e monitorias quinzenais que contribuem para criar um ecossistema em que todos estão imbuídos da ideia de empreender. AWC oferece apoio financeiro para aquisição dos materiais de consumo para a construção de verdadeiros protótipos de Engenharia. No final do ano, os grupos apresentam seus produtos a investidores e empreendedores.

O ciclo de AWC é dividido nas seguintes etapas:

  • Inscrição (edital + seleção). Os grupos devem ser formados por 2 a 4 integrantes e o coordenador da equipe precisa estar fazendo o TCC. A fase de inscrição é realizada em duas etapas (chamadas).
  • Workshop I (presencial e online). O foco das palestras e dinâmicas é o teste do problema que a solução busca resolver e a jornada do usuário.
  • Monitoria (1ª fase). Os grupos buscam as respostas das hipóteses que eles criaram para validar o problema.
  • Workshop II (presencial e online). Começa a etapa de teste da solução e design detalhado, com a elaboração dos requisitos do produto.
  • Monitoria (2ª fase). Os grupos continuam testando a solução e são orientados a fazer a primeira venda e consolidar parcerias.
  • Workshop III (presencial). Os grupos realizam o teste do produto e se preparam para a Feira de Investimentos.
  • Feira de Investimentos (demoday). Os grupos apresentam suas soluções a especialistas, empreendedores e investidores.

ciclo-awc-2

 

Puderam se inscrever em AWC 2017 universitários dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e do Distrito Federal, e alunos de Escolas Técnicas Estaduais de São Paulo (Etecs).

Visite o site de Academic Working Capital para saber mais sobre a iniciativa
Acesse o canal de AWC no Youtube e confira os vídeos dos workshops online e hangouts
Siga o programa AWC no Twitter

 

 

 

QUAL É O CENÁRIO EM QUE O PROJETO SE INSERE?

A criação de novas empresas é um elemento-chave para a geração de trabalho e renda e, portanto, para o crescimento de qualquer nação. Quando se formam, os universitários brasileiros partem em busca de um emprego. Poucos colocam a opção de iniciar um negócio como alternativa de carreira. Além disso, a maioria dos programas de incentivo à criação de empresas inovadoras foca em profissionais já organizados em uma estrutura formal. Entre a universidade e a criação da empresa há um intervalo que não é coberto por esses programas.

Segundo o relatório Empreendedorismo nas Universidades Brasileiras, da Endeavor Brasil, somente 11% dos graduandos tiveram (ou têm) uma experiência empreendedora real, mas 63% fizeram alguma matéria ligada a Empreendedorismo. A conclusão é que uma atividade desconectada e formal em uma disciplina não é suficiente para causar o impacto necessário para uma mudança cultural.

O objetivo de AWC é tirar do papel TCCs com potencial de se transformar em soluções para a vida das pessoas. Além de potencializar a criação de novos negócios e novas tecnologias, o programa oferece uma alternativa profissional a recém-formados.

 

 

LINHA DO TEMPO

2015

  • 12 projetos
  • 28 estudantes
  • 3 universidades: UFRJ, UFSCar e USP
  • 3 municípios: Rio de Janeiro-RJ, São Paulo-SP e São Carlos-SP
  • 2 startups constituídas: Mvisia e Tech Talk

 

 

2016

  • 27 projetos
  • 72 estudantes
  • 19 universidades: CEFET-MG, Centro Universitário Católica de Santa Catarina, Faculdade de Tecnologia Termomecânica, FATEC São Caetano do Sul, PUC-PR, UnB, UNESP, UNIOESTE, UNIPAMPA, Universidade Positivo, UFABC, UFFS, UFOP, UFSCar, UFSJ, UFU, USP e UTFPR
  • 18 municípios: Bagé-RS, Brasília-DF, Campo Largo-PR, Cerro Largo-RS, Curitiba-PR, Divinópolis-MG, Foz do Iguaçu-PR, Guaratinguetá-SP, Joinville-SC, Leopoldina-MG, Ouro Preto-MG, Ponta Grossa-PR, São Caetano do Sul-SP, Santo André-SP, São Carlos-SP, São João del-Rei-MG, São Paulo-SP e Uberlândia-MG
  • Criação do Conselho Consultivo AWC
  • 5 startups constituídas: E-sporte, Fusion, Nanotropic, Periodiza e Turnit Healthcare

 

 

2017

  • 38 projetos
  • 111 estudantes
  • 26 universidades e escolas técnicas: CEFET-MG, CEUNES, ETEC Aristóteles Ferreira, ETEC Aristóteles Ferreira, ETEC Bento Quirino, ETEC Getúlio Vargas, ETEC Jorge Street, ETEC Júlio de Mesquita, ETEC Rosa Perrone Scavone, FATEC Araçatuba, IFMG, PUC-Rio, UCS, UFABC, UFBA, UFPR, UFRJ, UFSC, UFSCar, UFU, UnB, UNESP, Unicamp, UNIFIL, USP e UTFPR
  • 25 municípios: Araçatuba-SP, Bambuí-MG, Brasília-DF, Campo Mourão-PR, Campinas-SP, Caxias do Sul-RS, Curitiba-RS, Divinópolis-MG, Florianópolis-SC, Guaratinguetá-SP, Guarujá-SP, Itatiba-SP, Londrina-PR, Mauá-SP, Niterói-RJ, Ribeirão Pires-SP, Rio de Janeiro-RJ, Salvador-BA, Santo André-SP, Santos-SP, São Bernardo do Campo-SP, São Carlos-SP, São Mateus-ES, São Paulo-SP e Uberlândia-MG