Instituto TIM   English

As novas tecnologias de informação e comunicação têm tornado a participação dos cidadãos em diversos aspectos da vida pública cada vez mais acessível. Por outro lado, essas novas tecnologias também permitem ao poder público alcançar novos padrões de gestão das cidades.

A partir disso, o Instituto TIM criou ZUP – Zeladoria Urbana Participativa, uma plataforma que usa as novas tecnologias de informação e comunicação para melhorar e facilitar as atividades e operações de zeladoria urbana (varrição, coleta de lixo, manutenção de áreas verdes, reparos de buracos na via pública etc.). ZUP é um software livre: gestores públicos podem adotar a plataforma em seus processos para reunir informações sobre suas cidades (número de árvores e localização de bueiros, por exemplo) e, com isso, ter mais subsídios para planejar, executar, acompanhar e fiscalizar os serviços realizados.

Com ZUP, a participação dos cidadãos na zeladoria urbana é incentivada (por meio do envio de fotografias e vídeos para relatar os problemas encontrados) e a resolução de problemas se torna mais transparente e eficaz. O sistema pode ser utilizado por qualquer município que tenha interesse em gerir seus serviços públicos de forma mais eficiente e participativa. Ele está alinhado às diretrizes da Política Brasileira de Governo Digital, que orienta os gestores públicos a atuarem em três pilares: a interação com o cidadão; a melhoria da sua gestão interna; e a integração com parceiros e fornecedores.

 

 

ZUP já está em operação no município de São Bernardo do Campo (SP). O aplicativo para os cidadãos, que se chama VcSBC, foi lançado oficialmente pelo prefeito Luiz Marinho e pode ser baixado no site da Prefeitura. Em 2015, ZUP também foi implementado em Boa Vista (RR) e no Rio de Janeiro, onde a instalação leva o nome de ZUP RIO e possui dois módulos: ConservaZUP, para a gestão de serviços e ativos urbanos, e um módulo específico para a gestão de megaeventos. Em 2017, foi a vez de Cascavel (PR) adotar a plataforma, que na cidade paranaense se chama Particity.

 

A plataforma ZUP permite a criação e gestão de inventários de ativos urbanos. Em São Bernardo do Campo, foi realizado o mapeamento georreferenciado de 500 quilômetros da cidade para a criação do inventário do arborizado público. Nesse mapeamento, mais de 20 mil árvores foram identificadas.

 

 

A aplicação de ZUP em São Bernardo do Campo foi uma das iniciativas vencedoras do Concurso Governarte 2015: Prêmio Eduardo Campos, promovido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O aplicativo concorreu com outras 94 iniciativas da América Latina e Caribe e foi premiado na categoria “Cidades e Big Data”. Clique aqui para acessar a Ficha de Ganhador de ZUP/VcSBC.

© TIM Celular 2017 - Todos os direitos reservados.