Instituto TIM   English

As 34 equipes que farão parte do programa Academic Working Capital, que auxilia alunos a transformarem seus Trabalhos de Conclusão de Curso (TCCs) em startups de base tecnológica, já foram selecionadas. Dos 228 inscritos de mais de 100 faculdades públicas e privadas, os 88 alunos e alunas que compõem as equipes vão participar de workshops, monitorias e da Feira de Investimentos, além de receber ajuda financeira para a construção de seus protótipos. Assim, até o final do ano, seus projetos se transformam em startups.

Propostas relacionadas à área de saúde são as recordistas: no total, oito envolvem questões como novas tecnologias de diagnóstico, próteses mais eficientes e acessibilidade de pessoas com deficiência. Foram selecionados também projetos voltados para as áreas de agricultura e educação, com seis e três escolhidos, respectivamente. Na agricultura, o foco é no aumento da produtividade, prezando pela qualidade, enquanto na educação, os projetos envolvem uso de novas tecnologias.

Outras propostas abordam Gestão, Economia Criativa, Vestuário, Acessibilidade, Arquitetura, Indústria, Tecnologias da Informação, Mobilidade, Sustentabilidade, Turismo, Construção Civil e Pecuária.

Nesta 5ª edição do programa, mais de 30% dos times são liderados ou têm participantes mulheres. AWC tem trabalhado para aumentar a participação e a liderança de mulheres nas equipes e parcerias com organizações como Rede Mulher Empreendedora e Meninas Digitais colaboram com este objetivo. Em 2018 o índice de mulheres participando ou liderando equipes era de menos da metade deste ano, totalizando 13%.

O assunto do Workshop I do programa foi Empreendedorismo Científico e detalhes sobre como iniciar uma startup. A próxima etapa consiste num Acompanhamento das equipes durante os meses de maio, junho e julho.

 

Notícias relacionadas
Estão abertas as inscrições para AWC 2019
AWC: Startup ganha R$ 25 mil em evento nos EUA
AWC: Startups na final de torneio em Harvard

Tags: