Instituto TIM   English

Os sócios da startup Mvisia, participante do programa Academic Working Capital em 2015, realizaram o sonho de todo empreendedor: conseguiram o exit – ou seja, venderam a empresa que fundaram. A compradora foi a WEG, multinacional brasileira que atua no segmento de máquinas elétricas. Com a transação, anunciada em 23/06 por meio de comunicado ao mercado, a WEG passa a ter 51% do capital social da Mvisia, enquanto os sócios-fundadores e ex-participantes do AWC Fernando Lopes, Fernando Velloso e Henrique Oliveira, junto ao também sócio Cassiano Casagrande, que se uniu ao time em 2018, continuam detendo os demais 49%.

“É um marco muito, muito importante na nossa carreira. Começamos do nada, na faculdade, com vontade e um caderno, e, literalmente, 500 reais. Daí foi indo, participamos do AWC do Instituto TIM, ganhamos o Prêmio Santander, e a empresa foi crescendo. Fomos com cliente, sempre no bootstrap [só com recursos próprios], na raça, e sobrevivemos 5 anos. Conseguimos não só sobreviver como crescer”, resume o diretor Administrativo da Mvisia, Fernando Lopes. “É um carimbo no nosso currículo de empreendedor de primeira viagem conseguir fazer um negócio do zero e dar um exit”, completa.

Ao terminar o AWC 2015, o principal produto da Mvisia era uma máquina que utilizava inteligência artificial para fazer a seleção automática de mudas de eucalipto. Desde então, a empresa mudou de público – do agronegócio para a indústria – e de produto – deixou de fazer máquinas para focar na inteligência por trás delas. Hoje, oferece uma solução que, por meio de câmeras, sensores e inteligência artificial, processa imagens e utiliza a informação obtida para fins específicos, integrando-se a outros softwares e atuando localmente. Apesar das mudanças, a essência do negócio continua a mesma da máquina seletora de mudas: obter informações a partir de imagens.

A partir de agora, a Mvisia passa a fazer parte da WEG, mas continua operando de forma autônoma, com a mesma equipe, vendendo o mesmo produto. “Eles vão estar junto com a gente, construindo o que a gente já ia construir com ou sem o investidor, que é a nossa plataforma de visão computacional, a nossa linha de câmeras inteligentes”, explica Fernando Lopes.

Consulte o comunicado completo sobre a compra da Mvisia pela WEG aqui.

 

 

Os sócios da Mvisia Cassiano Casagrande, Henrique Oliveira, Fernando Velloso e Fernando Lopes

 

Equipe atual da Mvisia

 

Notícias relacionadas:
Startups apresentam seus produtos na Feira AWC
AWC: Pitch e “o dia seguinte” no Workshop III
Cases de AWC para inspirar empreendedores

 

Tags: