Instituto TIM   English

Com o objetivo de aproximar a ciência e a tecnologia da população, entre os dias 17 e 23 de outubro acontece a 13ª edição da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT 2016), promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. O Instituto TIM faz parte desse evento, e alguns dos projetos contemplados pelo edital de apoio a museus e centros de ciência e tecnologia desenvolveram atividades especiais para a ocasião. Conheça algumas delas:

Belo Horizonte (MG)
A equipe do projeto “Quero ser um cientista!”, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), vai lançar o livro infantil “Gnose: uma aventura no mundo do conhecimento”, que trata da energia e da profissão do cientista. Haverá exposição de maquetes sobre os tipos de energia e de desenhos feitos pelos alunos das escolas participantes. As atividades ocorrem durante toda a SNCT no estádio do Mineirão das 8h30 às 18h nos dias de semana e das 9h às 18h no sábado e no domingo.

O Museu Itinerante Ponto UFMG estará aberto ao público durante toda a SNCT. O museu funciona dentro de um caminhão dividido em seis ambientes. Haverá oficinas e exposição de 40 experimentos interativos. As atividades fazem parte do projeto “Ponto de Luz”, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Campinas (SP)
A exposição “Jogos de Luz”, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), tem início com a SNCT no Planetário do Museu Dinâmico de Ciências, no Parque Portugal/Lagoa do Taquaral (portão 5), onde permanece por três meses. Os experimentos fazem parte do projeto “Arcos do céu: jogos e brincadeiras com a luz” e levam conceitos sobre a luz e fenômenos ópticos a crianças, com foco na faixa etária de 7 a 10 anos.

Rio de Janeiro (RJ)
As crianças poderão participar de um percurso que envolve contação de história, holografia, vídeo 3D, jogos digitais e outras atividades. A atividade faz parte do projeto “Criação de vídeo 3D, holograma e jogo digital para apresentar a energia solar como fonte de geração de energia elétrica por meio de um espaço de ciência itinerante”, do Centro Universitário Carioca (Unicarioca). As crianças também poderão fazer desenhos e colagens, que serão expostos em um mural. As atividades serão realizadas no dia 19 de outubro no Colégio Pedro II e nos dias 21 e 22 de outubro a partir das 9h na universidade.

Duque de Caxias (RJ)
A exposição “Ciência alimentando o Museu Ciência e Vida” estará em cartaz no Museu Ciência e Vida, da Fundação CECIERJ, entre os dias 17 e 23 de outubro. As visitas ocorrerão com agendamento prévio das escolas e o museu disponibilizará transporte aos estudantes. A iniciativa é do projeto “Luz, câmera e sombras – revelando a fotografia”.

Barra Mansa (RJ)
O Museu Interativo de Ciências do Sul Fluminense (MICInense) terá visita especial a sua exposição sobre a luz no dia 18 de outubro das 14h às 17h. Na mesma data, será realizado o segundo módulo da oficina para professores no Colégio Verbo Divino. A formação é parte do projeto “Uma luz para as crianças: o MICInense popularizando a ciência no interior do estado”. No local, haverá uma série de palestras e outras atividades durante todo o dia. Além disso, haverá exposição fotográfica das 10h às 17h aberta ao público de todas as idades.

Salvador (BA)
O Instituto Federal da Bahia (IFBA) oferece a palestra “Ciência e tecnologia para todos: educação inclusiva no ensino de ciências” no dia 18 de outubro às 9h no Auditório I do IFBA. À tarde, haverá a oficina “O ensino de física para deficientes visuais” a partir das 16h no Auditório de Física. A iniciativa é do projeto “Estação Ciência IFBA – um espaço de educação e divulgação sobre a luz para o público infantil”.

Natal (RN)
No Parque da Cidade, o público poderá interagir com experimentos sobre a luz e participar de uma experiência com sombras e luzes em uma sala escura. As atividades são parte do projeto “Luz em sete tons”, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), e serão realizadas nos dias 20 e 21 de outubro.

Campina Grande (PB)
O projeto “Luz, cores, ação!”, da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), vai realizar diversas atividades entre os dias 18 e 23 de outubro. Uma delas é a oficina com câmera escura voltada a crianças de 6 a 10 anos, no dia 18 a partir das 14h, na EEEF Reitor Edvaldo do Ó. No dia 21, haverá peça teatral e oficina para crianças a partir das 14h no Centro Educacional de Atividades Integradas. No domingo, haverá o encontro “Física no parque” a partir das 15h no Parque da Criança.

Boa Vista (RR)
O público poderá ver parte de uma peça teatral infantil do projeto “Teatro Científico para divulgar a óptica em Roraima”, da Universidade Estadual de Roraima (UERR). A peça estreia em novembro, mas o primeiro dos três atos − que tem como tema a mudança atmosférica − será antecipado ao público durante a SCNT. A apresentação será no dia 21 de outubro às 17h no auditório da UERR.

Macapá (AP)
O projeto “Tenda educativa de jogos – Brincar e aprender com a luz” será apresentado pela equipe da Universidade do Estado do Amapá (UEAP) no dia 21 de outubro durante a Mostra de Extensão da UEAP. A revista criada para o projeto será divulgada na ocasião. O projeto consiste na criação de jogos e brincadeiras sobre luz, energia solar e sustentabilidade para a brinquedoteca da universidade e para atividades itinerantes na rede pública.

Manacapuru (AM)
O projeto “Luz da vida: ciência que alimenta a Amazônia”, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (IFAM), promoverá brincadeiras, apresentações e feira de ciências para as crianças no dia 25 de outubro das 8h às 16h no galpão da Ciranda Flor Matizada. As atividades da manhã serão voltadas às 13 escolas municipais que participaram do projeto e as da tarde, a outras escolas convidadas. Uma cartilha sobre a fotossíntese será lançada na mesma data.

Lábrea (AM)
O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (IFAM) terá atividades voltadas à SNCT de 17 a 21 de outubro. No dia 19 de outubro, o coordenador do projeto “Caminhos da luz: o uso de recursos interativos para a compreensão dos fenômenos luminosos por estudantes do ensino fundamental da região Amazônica” falará ao público no campus de Lábrea sobre as atividades que a equipe tem desenvolvido em palestra sobre inovação tecnológica.

Catalão (GO)
O projeto “A narrativa literária construindo saberes em física”, da Universidade Federal de Goiás (UFG), será apresentado durante o 13º Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão (CONPEEX) da UFG de 17 a 19 de outubro em Goiânia. O congresso é gratuito e aberto ao público. Haverá mesas-redondas, apresentações de trabalhos científicos, oficinas, minicursos e seminários.

Blumenau (SC)
As crianças poderão testar brinquedos movidos a energia solar e montar seus próprios experimentos. A iniciativa é dos projetos “Sociedade Renovável” e “Luz, fonte de energia e vida!”, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Será apresentada uma série de experimentos relacionados às energias renováveis.

Chapecó (SC)
No campus de Pinhalzinho (SC), o projeto “Luz fonte de vida – divulgação científico-tecnológica no oeste catarinense”, da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), vai participar do evento “UDESC de Portas Abertas”, voltado a apresentar a universidade a estudantes de Ensino Médio. Será montado o Planetário Digital Móvel nos dias 18, 19 e 20 de outubro para trabalhar os temas do universo e da poluição luminosa.

Bagé (RS)
A exposição produzida pelo projeto “À luz da ciência na Educação Infantil”, da Universidade Federal do Pampa (Unipampa), tem início no dia 17 de outubro e vai até 15 de novembro. As crianças são recebidas por um holograma e observam telescópios, espelhos, microscópios e outros materiais. Serão expostos desenhos feitos por alunos. A visitação é aberta a crianças das redes pública e particular na Casa de Cultura Pedro Wayne, das 9h às 11h e das 14h às 16h.

Tags: