Instituto TIM   English

As equipes do projeto Mapas Culturais, do Ministério da Cultura (MinC) e do Laboratório de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Mídias Interativas (Media Lab) da Universidade Federal de Goiás (UFG) se reuniram nos dias 21, 22 e 23 de março para discutir questões técnicas do software Mapas Culturais, sanar dúvidas e melhorar sua documentação. O objetivo do encontro era formar os desenvolvedores do Media Lab, que será responsável, em parceria com o MinC, por executar o plano de trabalho do projeto nos próximos 18 meses, e facilitar a incorporação de novos desenvolvedores à Rede Mapas Culturais.

O encontro foi realizado no Media Lab, em Goiânia, e mediado pelo pesquisador Leonardo Germani. O trabalho seguiu uma pauta que havia sido desenvolvida previamente com a colaboração de todos os envolvidos. Entre os pontos tratados estiveram dúvidas específicas sobre o funcionamento do software, sua documentação, métodos de permissão e gargalos de usabilidade. Articuladores e formadores da Rede também contribuíram apontando quais eram as questões que deviam ser priorizadas com base no que acontece nos encontros de formação de Mapas com gestores públicos.

Os desenvolvedores também conversaram sobre a nova entidade de Oportunidades. Com ela é possível fazer editais, mas ela também permite a realização de qualquer tipo de inscrição para qualquer coisa – por exemplo, um formulário para utilização de um espaço. A nova funcionalidade possui código aberto e foi desenvolvida a partir da parceria entre Secretaria de Cultura do Ceará, Instituto Mutirão e Hacklab. Ela já foi absorvida pelo Mapa da Cultura, do MinC.

Participaram do encontro Gustavo Lima da Silva, Miguel Castro (equipe Mapas Culturais) e Rafael Chaves Freitas (Hacklab), responsáveis por sanar as dúvidas e apresentar o código do software; Christian Miranda, Marcus Souza, Pedro Philipe Oliveira e Ricardo Carvalho (MinC); Leonardo Germani, Asafe Ramos, Erick Ungarelli, Johan Pedro, Rodrigo Guimarães, Rondelly Soares Cavulla e Vinicius Nunes (UFG).

 

 

Notícias relacionadas:
Oficina para discutir futuro de Mapas Culturais
Novas soluções para Mapas em SP no 1º Hackultura
Mapa Cultural de Pernambuco é lançado em evento

 

 

Tags: