Instituto TIM   English

A Bateria do Instituto TIM encerrou as atividades do primeiro semestre com uma apresentação para cerca de 100 pessoas. O evento aconteceu no Centro Municipal de Referência da Música Carioca Artur da Távola, no Rio de Janeiro (RJ), local dos ensaios da Bateria. 30 integrantes, seis monitores e um intérprete de Libras, conduzidos pelo Mestre Mangueirinha, se apresentaram para pais, amigos, interessados e integrantes da iniciativa Toque… e se toque!, um projeto de extensão da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) que também é realizado no local.

Além do tradicional samba, os ritmistas incluíram no repertório diversos gêneros que aprenderam no primeiro semestre, como ciranda, xote e maracatu.

Para Mestre Mangueirinha, uma das coisas mais relevantes que o trabalho da Bateria proporciona é a integração entre crianças e jovens com diferentes deficiências. “Antes eu trabalhava só com crianças surdas. Depois que dominei o trabalho com elas, resolvi abrir para outras deficiências. Hoje tem crianças cegas, autistas, com deficiência intelectual, entre outras, além de ouvintes sem deficiência”, explica. “Na sala de ensaio, todos são iguais. Todos estão fazendo a mesma coisa bem e estão se respeitando, o que é muito importante”, afirma.

DSC_9739 DSC00973 DSC_9728DSC01014 DSC_9770

Tags: