Instituto TIM   English

As gravações de seis novos cursos de TIM Tec foram finalizadas. Os cursos passarão agora por edições e revisões para serem lançados em 2017, integrando o portfólio da plataforma que conta, atualmente, com 25 cursos. Além de conteúdos ligados à tecnologia, pela primeira vez a plataforma TIM Tec publicará cursos voltados a microempreendedores: Empreendendo com propósito, Empreendendo meu negócio e Desenvolvendo e crescendo meu negócio.

Os três cursos darão um panorama geral do empreendedorismo no Brasil e explicarão conceitos fundamentais para quem está se formalizando como microempreendedor individual (MEI) ou abrindo sua micro ou pequena empresa. Marca, propósito, planejamento financeiro, inovação, leis e normas serão alguns dos tópicos explorados. “De maneira geral, o conteúdo serve para todo mundo que quer empreender, dentro de sua própria realidade”, afirma Teco Medina, professor dos cursos junto a Alan Edelstein, Reginaldo Silva e Flávia Beckerman.

Teco se focou na área financeira, que acredita ser bastante renegada por micro e pequenos empreendedores. “Tenho a tese de que parte das pessoas que estão empreendendo olha muito o produto, e há um outro grupo de pessoas que são vendedoras natas. Então você tem especialistas em produtos e vendas, mas que são displicentes com a área financeira”, diz. “É uma área muito sensível e tem que tomar cuidado, porque se não estiver indo bem, pode quebrar a empresa.” Para o professor, o curso tem uma demanda enorme, especialmente neste momento em que há muitos brasileiros abrindo o próprio negócio.

Os professores também entrevistaram para o curso quatro pequenos empreendedores que contaram sua trajetória, desafios e dificuldades que enfrentaram. “São quatro histórias complementares e bem diferentes entre si. De alguma forma, todos vão se identificar com elas”, garante Teco. Os entrevistados foram Carolina Mara de Oliveira, da loja virtual de cosméticos para mulheres negras Prapreta; Diego Augusto Ximenes, do aplicativo 99jobs, que conecta profissionais e recrutadores; Gislaine Marcandali, da Volare, fabricante de lavatórios portáteis; e Moisés Dias Pena, da marca de chinelos quadrados Kuatro Kantos.

teco-medina-14

Tecnologia
Um dos cursos de tecnologia gravados neste ano foi o de Autodefesa digital, dado pelo professor Silvio Rhatto, também responsável pelo curso de TIM Tec Boas práticas em desenvolvimento de software. O conteúdo será focado em segurança digital e abordará assuntos como navegação segura na web, procedimentos de segurança para celulares, criptografia, entre outros. “Pensamos em um curso que possa servir para os dois públicos, quem quer se proteger e quem quer ser um profissional de segurança, mas ainda não tem o senso crítico necessário para trabalhar na área”, explica Silvio.

Ao longo das aulas, os alunos serão convidados a fazer exercícios a partir de suas experiências pessoais. “O que perpassa pelo curso é um checklist de segurança, uma lista em que a pessoa vai elencar problemas de segurança em seu dia a dia, os sistemas que utiliza e pensar em quais defesas ela pode aplicar. No final, ela terá uma lista de defesa global”, conta o professor. Silvio acrescenta que o mercado de segurança é crescente e que faltam profissionais qualificados no Brasil. “O principal dispositivo que as pessoas usam para se conectar é o celular, e está cheio de brechas de segurança. O mercado tem muito a explorar”, afirma.

Também serão lançados em 2017 os cursos Desenvolvimento com Python, com o professor Felipe Cruz, e Desenvolvimento de APIs em REST, com o professor Alexandre Saudate.

silvio-rhatto

Tags: