Instituto TIM   English

_DSC3620No dia 12 de setembro, os professores Robert e Ellen Kaplan, idealizadores da abordagem de ensino da matemática The Math Circle, estiveram no Rio de Janeiro para participar do evento público “E se as crianças gostassem da matemática?”. Cerca de 200 pessoas foram à sede do Instituto Brasileiro de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) para ouvir os professores Kaplan apresentarem a abordagem, que está sendo aplicada em salas de aula para mais de 7 mil alunos no projeto O Círculo da Matemática do Brasil.

Os professores explicaram que o ambiente ideal para o ensino da matemática é livre de pressão, como se fosse uma conversa entre amigos que buscam solucionar um problema. Ellen comentou que os matemáticos tendem a ser cooperativos, porque a matemática é difícil. “A matemática é a nossa língua materna perdida e tentamos recuperar isso”, afirmou Robert. “A ação básica do nosso círculo é ‘me diga e eu vou esquecer, me pergunte e eu vou descobrir’. A gente mostra um mistério atraente, acessível”, completou.

Robert e Ellen explicaram que o professor deve resistir à tentação de mostrar as respostas e deixar os estudantes descobrirem as soluções com confiança e em conjunto, para que tenham orgulho de si mesmos e do grupo. “Uma ótima estratégia é cometer um erro. Aí o aluno pega o giz da sua mão, e você chegou aonde queria”, disse Robert. Para exemplificar, os professores Kaplan fizeram uma demonstração de como seria uma aula d’O Círculo da Matemática do Brasil, convidando as pessoas da audiência a participarem da resolução de um problema.

Também estiveram presentes no evento o gestor geral do Instituto TIM, Mario Girasole, a coordenadora da Equipe de Matemática da Coordenadoria Técnica da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro, Vânia Fonseca Maia, e o coordenador-geral da Olimpíada Brasileira de Matemática (OBMEP), Cláudio Landim.

Tags: