Instituto TIM   English

O último dia do Workshop I do programa Academic Working Capital foi de aprimoramentos nas novas versões dos protótipos. Os estudantes assistiram a palestras sobre o mundo corporativo e sobre mecanismos de investimentos e, à tarde, montaram seus projetos e os apresentaram em uma Feira de Review de Produtos, realizada no prédio da Engenharia Mecânica e Naval da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP).

Logo pela manhã, os estudantes receberam a visita do presidente do Instituto TIM, Manoel Horacio, que falou de sua trajetória profissional e das lições que aprendeu como executivo. “Quem quer ser empreendedor precisa estar sempre pensando no tempo que quer chegar”, afirmou. Para ele, a determinação é essencial nesse processo. “Vão acontecer problemas no caminho. Quem não é determinado, desiste”, completou.

O investidor Marco Poli, da organização Anjos do Brasil, também conversou com os participantes de AWC. Ele falou sobre a mentalidade do investidor em tecnologia e mostrou cases. “O empreendedor tem que ser persistente e apaixonado pelo que faz, mas tem que amar a inovação e não o produto que está desenvolvendo”, recomendou. Marco Poli também falou sobre investimento-anjo, capital semente e venture capital, e em que etapa do empreendimento cada uma dessas modalidades foca. “Todo empreendedor precisa de ajuda. Se não vier pedir ajuda é porque tem alguma coisa errada.”

Após as palestras, os jovens voltaram a trabalhar em seus protótipos. Se no primeiro dia de workshop os estudantes chegaram com um projeto técnico, no quarto dia eles saem com seu primeiro MVP (produto viável mínimo, na sigla em inglês), já incorporando as noções de design e de experiência do usuário adquiridas durante a imersão. À tarde, com os protótipos finalizados, os estudantes montaram suas propostas e as mostraram aos investidores convidados para a Feira de Review de Produtos. Cerca de 20 pessoas conversaram com cada um dos estudantes e deram seus feedbacks.

No encerramento do workshop, todos se reuniram novamente no auditório e falaram de suas impressões. Os jovens afirmaram que a imersão foi uma troca de experiências muito importante, que fez com que mudassem a forma como viam seus produtos e a própria profissão.

Agora, os participantes de Academic Working Capital continuarão trabalhando nos protótipos, com o acompanhamento à distância dos monitores. O próximo workshop presencial acontecerá de 7 a 11 de dezembro, na USP, e será focado no preparo para apresentação e estrutura de pitch. A Feira de Negócios em que eles mostrarão seu produto já finalizado a investidores acontecerá em 11 de dezembro.

Clique aqui para ver como foram o primeiro, o segundo e o terceiro dia do Workshop I.

_MG_8774

_MG_8835

_MG_9054

_MG_9137

_MG_9192

_MG_9205

_MG_9299

_MG_9277

Tags: