Instituto TIM   English

O Instituto TIM, em parceria com o Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), realizou a entrega de 16 computadores, um roteador e uma impressora para a estruturação do laboratório de informática da Escola Municipal Cândido de Assis Queiroga, de Paulista (PB). A ação é um reconhecimento ao trabalho da professora Jonilda Ferreira na coordenação do Projeto Futuros Medalhistas, que oferece atividades no contraturno escolar para preparar os alunos para a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP).

No dia 3 de maio, a Prefeitura de Paulista, a escola e a professora Jonilda organizaram um evento para celebrar a doação. Todos os funcionários, professores e estudantes do turno da manhã se reuniram no auditório para o evento, que contou com a presença do prefeito de Paulista, Valmar Arruda de Oliveira; do vice-prefeito, Nilton Dantas Moreira Filho; da secretária municipal de Educação, Silmara Ferreira Dutra; do coordenador regional da OBMEP José de Arimatéia Fernandes; e dos representantes do Instituto TIM Felipe Leão e Roberta Câmara Cardoso.

Segundo Jonilda, os equipamentos vieram em um momento de grande necessidade. “A escola tinha sido beneficiada com um laboratório de informática pelo FNDE [Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação], que estava prestes a ser inaugurado. Mas um dia arrombaram a escola e roubaram os gabinetes e estabilizadores, só deixaram monitores e teclados”, conta a professora. “A doação vai ser muito útil para a escola, muito importante para os alunos.”

A EM Cândido de Assis Queiroga é conhecida pelo excelente desempenho dos estudantes na OBMEP – a escola já acumula 126 premiações, entre medalhas e menções honrosas. O trabalho da professora Jonilda, que dá aulas de matemática para turmas do 6º ao 9º ano, é fundamental para esse resultado. Ela começou orientando os estudos do próprio filho em 2010, o que levou à primeira medalha de ouro da escola. Outros alunos se interessaram e formaram um grupo de estudos coordenado pela professora, que só cresceu com o passar dos anos. “Muitos alunos já receberam propostas de bolsas, inclusive em outras cidades”, diz.

Hoje, o projeto é dividido em aulas preparatórias para a OBMEP e atividades do programa OBMEP na Escola e do Programa de Iniciação Científica Jr. (iniciativa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq voltada a medalhistas da OBMEP), e conta com o apoio de mais dois professores. Os dois últimos programas exigem a participação dos estudantes em atividades online e videoaulas, e a maioria dos alunos só tem acesso à internet na própria escola. “Boa parte dos alunos é da área rural, e mesmo os alunos da área urbana não costumam ter computador e internet em casa”, explica a professora.

Após o roubo dos equipamentos, sobraram apenas dois computadores na secretaria da escola. Para que os alunos não perdessem as atividades, Jonilda pedia um notebook emprestado e os reunia em grupos para estudar. No dia da inauguração do novo laboratório, alguns estudantes já começaram a realizar as atividades nos novos computadores. “Fico extremamente agradecida ao Instituto TIM pelo apoio”, diz. “O projeto é importante e os meninos melhoram muito, não só em matemática, mas se desenvolvem em todas as áreas. Por isso, toda ajuda é válida”, acrescenta a professora.

evento-doacao-jonilda

Créditos da foto: Prefeitura de Paulistadscn2664 dscn2675 dscn2680 felipe-leao-e-valmar-arrudadscn2645

 

Notícias relacionadas:
Inscrições para Bolsas IT-OBMEP
IT no evento de premiação da OBMEP
Bolsas para mais 52 medalhistas

 

 

Tags:
© TIM Celular 2017 - Todos os direitos reservados.