Instituto TIM   English

A plataforma ZUP – Zeladoria Urbana Participativa foi desenvolvida pelo Instituto TIM para contribuir com a gestão municipal dos serviços de zeladoria urbana. Tanto as equipes das secretarias e órgãos públicos quanto os cidadãos podem contar com uma ferramenta eficiente e de fácil uso para registrar demandas como coleta de lixo, varrição, reparos de buracos nas vias, podas de árvores, entre outras. As informações são registradas em um único sistema e servem como subsídio para melhorar o acompanhamento e a execução dos serviços que precisam ser realizados.

Como ZUP é um software livre, pode ser adaptado às necessidades de qualquer município. E é isso que está sendo feito nas três cidades que já adotaram a solução: São Bernardo do Campo (SP), Rio de Janeiro (RJ) e Boa Vista (RR). Cada município utiliza a plataforma de uma maneira diferente, e todos já estão tendo resultados visíveis e positivos na gestão dos serviços urbanos. Conheça, a seguir, como é o uso de ZUP nos três locais (clique nos links dos subtítulos para conferir as matérias completas).

São Bernardo do Campo – VcSBC
A plataforma VcSBC se tornou a principal ferramenta utilizada para a requisição e o registro de serviços de zeladoria urbana no município. Os cidadãos podem cadastrar solicitações de 114 categorias de serviços por meio de um aplicativo ou pelo site de VcSBC. As equipes de atendimento conseguem encaminhar as demandas com mais rapidez aos órgãos responsáveis, que atualizam o sistema com o status das ocorrências. As solicitações feitas por telefone e presencialmente também são cadastradas na ferramenta. Com pouco mais de um ano de uso, VcSBC já registra mais de 28 mil solicitações e 20 mil usuários cadastrados.

Rio de Janeiro – ZUP RIO
Quando foi lançada, em dezembro de 2015, a plataforma ConservaZUP era utilizada pelos agentes da Secretaria Municipal de Conservação (SECONSERVA) para o cadastro e monitoramento dos serviços executados. Em junho deste ano, a ferramenta foi ampliada e passou a se chamar ZUP RIO. Agora, as equipes do Centro de Operações Rio (COR) também a utilizam para a gestão de megaeventos, acompanhando possíveis ocorrências nos locais dos eventos. ZUP trouxe mais agilidade ao trabalho das equipes da SECONSERVA e do COR, que estudam a possibilidade de ampliar o uso da plataforma para outros órgãos municipais.

Boa Vista – VcBV
A capital de Roraima utiliza a plataforma VcBV para diversas finalidades. Todas as solicitações dos cidadãos feitas pelo telefone 156 são registradas no sistema, que é acessado e atualizado por nove secretarias e órgãos municipais. A Secretaria Municipal de Gestão Social utiliza a ferramenta de inventários para cadastrar dados e informações das famílias que participam de programas sociais do município. Também foi criado um inventário especialmente para mapear focos do mosquito Aedes aegypti na cidade. Já a equipe de Vigilância Sanitária passou a registrar informações dos estabelecimentos fiscalizados em um aplicativo.

Tags: